Header Ads

Header ADS

Coronel Alberto recebe titulo de cidadão Guajaramirense durante cerimônia na câmara

Na noite da última segunda feira (25) em sessão solene realizada na Câmara Municipal de Guajará-Mirim, presidida pelo Vereador Sérgio Bouez, atendendo uma propositura do vereador Pastor João Vanderlei concedeu o “Título de Cidadão Guajaramirense” ao Coronel  Carlos Alberto Vivian Gravi que já comandou o 6º Batalhão da Polícia Militar em Guajará-Mirim.


De acordo com o vereador Pastor João Vanderlei, A justificativa salienta as atividades desenvolvidas pelo Cel Alberto ao longo de sua carreira, e principalmente na passagem por Guajará-Mirim.

Quando comandou o 6º Batalhão o coronel sempre manteve uma excelente interação com a sociedade Guajramirense; fato este reconhecido no pronunciamento dos vereadores quando aprovaram a propositura.

O vereador pastor João Vanderlei, fez questão de enfatizar que ele como representante do povo atendeu, não só um desejo seu, mais do representante Clube Amigos do Basquetebol que há 19 anos é coordenado pelo desportista e educador Jesus de Oliveira Brasil, que fez questão de dizer pessoas importantes e que muito fizeram por nossa cidade precisam ser homenageadas.

O “Título de Cidadão Guajaramirense” é entregue para aquelas personalidades que ajudam a desenvolver a comunidade local, e equipara a pessoa homenageada a uma adoção oficial, sendo o cidadão homenageado um “conterrâneo” da cidade.

O evento também contou com a participação do prefeito de Guajará-Mirim, Cícero Noronha, vice-prefeito Davino Serrath, Secretário Regional de Estado, Flávio Derzete da Mota, comandante do Corpo de bombeiros, Tenente Bragado, tenente Diogo Cândido, que representou o 6º Bis e o Major Martins, do comando da Polícia Militar.

Durante a cerimônia foi apresentado o currículo do coronel Alberto que chama a atenção pelos trabalhos prestados em Rondônia.


BREVE CURRÍCULO

Carlos Alberto Vivian Gravi
Coronel PM Reserva Remunerada
Nascimento: 16/09/1963
Naturalidade: Caçapava do Sul/RS
Residência: São José/SC
Casado com Ceres Corrêa Gravi, natural de Bagé/RS
Filhos: Carlos Alberto Corrêa Gravi e Cláudio Corrêa Gravi, naturais de Porto Velho e Caroline Corrêa Gravi, natural de Guajará Mirim
Ingressou no Curso de Adaptação de Oficiais PM em 1986.

Especialista em Controle e Resolução de Conflitos e Situações de Alto Risco, em 2002, na Brigada Militar do Rio Grande do Sul.

Graduado em Ciências Econômicas pela UNIR, em 2004.

Especialista em Gestão de Produtividade e Desempenho Humano – Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia – FUNATEC/RO –2004.

PRINCIPAIS FUNÇÕES DESEMPENHADAS

Comandante 1ª Companhia PM Independente/Guajará Mirim-RO, 1991 – 1993.

Comandante 6º Batalhão de Polícia Militar/Guajará Mirim-RO, 1993.

Chefe Seção Segurança Pessoal Governador Estado/Casa Militar/Porto Velho-RO, 1996.

Diretor de Pessoal da Polícia Militar de Rondônia/Porto Velho-RO, 1999.

Comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar/Porto Velho-RO, 2000 – 2002.

Coordenador da 1ª Região de Policiamento/CRP - I/Porto Velho-RO, 2003.

Secretário Executivo do Gabinete de Gestão Integrada da Segurança Pública/RO, 2003 – 2004.

Assessor de Integração Policial/SESDEC/RO/Porto Velho-RO, 2003 – 2005.

CONDECORAÇÕES

Medalha do Mérito Policial Militar – 1990.

Medalha Dedicação Policial Militar/1º Decênio – 1994.

Medalha do Mérito do Forte Príncipe da Beira – 1995.

Medalha Dedicação Policial Militar/2º Decênio – 2004.

Comenda “Jorge Teixeira de Oliveira” – Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania – 2005.

PRINCIPAIS OCORRÊNCIAS DE SITUAÇÃO DE ALTO RISCO (após especialização):

 Tomada de refém na Casa da Adolescente em 2000 – Função Gerenciador da Crise – Resultado: Resgate da refém e rendição da tomadora de refém.

 Rebelião no Presídio de Segurança Máxima Dr. José Mário Alves em 2000 – Função Negociador – Resultado: Resgate dos dois reféns e rendição dos rebelados.

 Tomada de Reféns na Casa da Borracha em 2001 – Função Comandante da Operação – Resultado: Solução Tática com Força Letal, todos os Reféns resgatados sem ferimentos, um Criminoso preso e um Criminoso morto.

 Rebelião no Centro de Correição da Polícia Militar de Rondônia em 2001 – Função Gerenciador da Crise – Resultado: Resgate de um potencial suicida e rendição de outros três rebelados.

 Tomada de reféns no Bairro Gurgel em Porto Velho em 2001 – Função Chefe Equipe de Negociação – Resultado: Resgate dos três reféns e rendição do tomador de refém.

 Refém Tomado (Sequestro) em Porto Velho em 2001 – Função Chefe da Equipe de Negociação – Resultado: Resgate da Refém, identificação da quadrilha e uma hora após o resgate da refém foi efetuada a prisão de dois dos sequestradores.

 Refém Tomado (Sequestro) em Cacoal em 2001 – Função Gerente da Crise – Resultado: Resgate do Refém, prisão de todos os integrantes da quadrilha em menos de 12 horas após o resgate e recuperação do valor pago.

 Latrocínio e Extorsão Mediante Simulação de Refém Tomado (Sequestro) em Ariquemes em 2001 – Função Gerente da Crise – Resultado: Vítima localizada, evitado o pagamento da extorsão, prisão de todos os integrantes da quadrilha, sendo, o primeiro, preso 10 (dez) minutos após a localização do corpo da vítima.

 Rebelião na Prisão da 3ª Delegacia de Polícia em Porto Velho em 2002 - Função Negociador. Resultado: Refém resgatado e presos encaminhados para a Penitenciária de Segurança Máxima.

 Tentativas de Fugas, Rebeliões com mortes sistemáticas e Chacina de presos em Porto Velho em 2003 – Função Coordenador Regional de Policiamento – Resultado: Rebeliões, chacinas e fugas evitadas.

 Assalto a Banco com Reféns em Vilhena em 2003 – Função Assessor do Comandante Geral, do CRP – III, do Comandante do 3º BPM e do Negociador – Resultado: Reféns resgatados e criminosos presos.

 Potencial Suicida Esquizofrênico em Porto Velho em 2003 – Função Gerente da Crise - Resultado: Vítima resgatada e reintegrada a família no Estado do Rio de Janeiro.

 Rebelião no Presídio de Segurança Máxima Dr. José Mário Alves em 2004 – Função de assessoramento ao SESDEC/RO – Resultado: Resgate dos reféns e rendição dos rebelados.

 Refém Tomado (Sequestro) em Porto Velho em 2005 – Função de Assessoramento ao DGPC/RO – Resultado: Resgate do Refém, identificação da quadrilha e prisão de três dos sequestradores.

PRINCIPAIS AÇÕES EM GUAJARÁ MIRIM

- Combate as gangs de bairros, Operação Bom dia Guajará, onde foram presos todos os principais líderes de gangs; todos encaminhados à Polícia Civil que produziu os inquéritos; após foram denunciados pelo Ministério Público por vários crimes, entre eles formação de quadrilha.

- Combate aos abusos cometidos por um grupo de motociclistas que aterrorizavam a cidade, através de alta velocidade e barulhos ensurdecedores; todos presos, motocicletas apreendidas, indiciados pela Polícia Civil e denunciados pelo Ministério Público. As motocicletas foram submetidas a criteriosos testes por peritos vindos da capital e as penalidades aplicadas.
- Incremento das operações de combate ao narcotráfico.

- Coordenação da criação do Centro de Recreação e Atividade Social dos Policiais Militares, hoje Associação dos Policiais e Bombeiros Militares.

- Implantação do 6º Batalhão de Polícia Militar.

Fonte: Agora Guajará.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.