Header Ads

Header ADS

Agora Guajará: Servidor púbico diz não era alvo de disparos efetuados por militar e pedi que polícia apure a divulgação de sua imagem vinculada ao caso


Durante esta semana, a polícia civil, abriu inquérito policial para apurar os disparos de arma de fogo efetuados na última segunda-feira (13), por volta de 08h40min na Praça Jorge Teixeira em frente à prefeitura no centro de Guajará-Mirim.

A polícia já ouviu o militar que efetuou os disparos, trata-se de um sargento da Marinha, ele apresentou a arma que utilizou, e disse à polícia que não tinha alvo algum, se conteve em dizer apenas que efetuou os disparos para o alto e não em direção a qualquer pessoa.

Diante das declarações do militar, o funcionário da prefeitura que supostamente seria o alvo, esteve na delegacia de Polícia Civil nesta quarta-feira (15), e disse que sua imagem foi literalmente denegrida, nos últimos dois dias, onde associaram seu nome com os fatos ocorridos no inicio da semana e isso não condiz com a realidade.

E solicitou que a polícia apure quem publicou imagens de sua pessoa em grupos e diz que isso tem lhe prejudicado profissional, e principalmente pessoalmente, já que tantas pessoas sem ter qualquer conhecimento de causa divulgaram sua imagem e os colocaram diante de um problema que ele jamais pensou em viver.

O servidor público conversou com a equipe do site agoraguajara.com, e disse que esteve no local de trabalho do sargento, e que por várias vezes foi à delegacia para esclarecer que nada tem haver com o ocorrido.

Ele se prontificou, a prestar qualquer esclarecimento ou até depoimento se for o caso para resolver essa questão.

Fonte: Agora Guajará

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.