Header Ads

Header ADS

CAOS NO IPREGUAM: Servidores Municipais de Guajará-Mirim podem ficar sem aposentadoria; Dívida já se aproxima dos 8 milhões de reais


Em 2019 o Instituto de Previdência do Município de Guajará-Mirim (IMPREGUAM) gastou um absurdo com diárias e segundo o portal da transparência, só o diretor executivo Sidney Dias da Silva gastou 27.580 (Vinte e sete mil quinhentos e oitenta reais) em diárias, o que leve a crer que os futuros aposentados deixaram de ser prioridades na administração que tem a maior rejeição dos últimos anos.

E isso pode trazer grandes prejuízos aos servidores públicos municipais em um futuro muito próximo, pois a dívida da Prefeitura com o IPREGUAM está se aproximando dos R$ 8.000.000,00 (oito milhões de reais), recurso esse que na prática deveria servir para pagamento de auxílios, licenças e principalmente da aposentadoria dos servidores.

É importante salientar que a presidência do IPREGUAM é cargo de confiança, portando nomeado pelo Prefeito Municipal, e deveria contar com a fiscalização de um conselho eleito pelos funcionários públicos, e um membro da Câmara Municipal, mesmo assim o diretor executivo fez incontáveis viagens a Porto Velho, onde tem família, e inclusive para fora do estado, e se quer justificou publicamente quais benefícios foram conquistados com as viagens que parecem intermináveis, também não foi incomodado por nenhum órgão fiscalizador.

Até o presente momento o que se viu foi um festival de diárias, e nem o sindicato dos funcionários públicos tem se manifestado, uma vez que isso vai prejudicar os futuros aposentados, não houve se quer uma solicitação de explicação por parte da Câmara Municipal, que deveria zelar pelo dinheiro público e aparentemente tem sido conivente com as ações do instituto.


O histórico de gastos no Instituto de Previdência Municipal, segundo o portal da transparência, passa por despesas com viagens de funcionários para cursos, seminários, reuniões, entre outras atividades em várias cidades do estado de Rondônia.

De acordo com fontes da própria prefeitura, “A divida do Instituto de Previdência só tem crescido, e está se tornando uma bola de neve. Nos últimos anos ela praticamente dobrou isso é muito preocupante”, afirmou um técnico ouvido pelo site agoraguajara.com.

O prefeito Cícero Alves de Noronha Filho que enfrenta uma das piores rejeições da história de prefeitos em Guajará, parece está pouco preocupado com as críticas que vem recebendo, e a única preocupação de momento é a reeleição.

O diretor executivo do IPREGUAN é tido como um dos homens mais importantes da atual administração, e assim tem sido beneficiado financeiramente como mostram as imagens, publicados, no Portal da Transparência.

Sidney tem sempre feito o papel de um apaziguador nas administrações, foi assim na administração Atalíbio, e também usou de seus conhecimentos para usufruir de benefícios e se dá bem na administração Dúlcio Mendes.

O site faz um pequeno alerta aos futuros aposentados e pensionistas, cobrem o quanto antes para evitar que o futuro financeiro do servidor publico seja incerto e desastroso.

Fonte: Agora Guajará

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.