Header Ads

Header ADS

DEU SELFIE: Vereador "inelegível" recebe diária de 1.350 reais para participar do curso de etiqueta e imagem pessoal

Enquanto muitos trabalham duro 30 dias por mês para ganhar um salário de R$ 998,00, o vereador Roberto dos Santos Silva “Roberto do Mercado” (PMN) em apenas 05 dias, mais especialmente entre os dias 16 e 20 de Setembro ganhou o valor de R$ 1.350,00 em diárias, para participar de um curso de etiqueta e imagem pessoal em Porto Velho.
FONTE: PORTAL TRANSPARENCIA CAMARA MUNICIPAL.

O valor gasto não é novidade para ninguém e todos podem ver a divulgação que está no Portal de Transparência da Câmara Municipal de Guajará-Mirim.
É importante lembrar que além das gordas diárias que os vereadores recebem para viajar de Porto velho a Brasília em busca de emendas parlamentares que nunca surtiram efeito, o vereador Roberto resolveu abusar da bondade do povo de Guajará-Mirim, fazendo uma viagem aparentemente de interesse pessoal, sem nenhum beneficio para o município.
Nunca é demais lembrar que um vereador recebe 4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais) mensais para fiscalizar e buscar recursos em nome do povo, recursos que se fossem de fato, cobrados pelos parlamentares, poderia resolver problemas como a reforma do mercado publico municipal que está há mais de um ano interditado.

Em apenas 12 meses um vereador custa à bagatela de R$ 54.000,00 (cinquenta e quatro mil reais), e se somarmos os 04 anos, os gastos ultrapassam os R$ 200.000,00 (duzentos mil reais), isso sem contar às diárias que recebe no poder legislativo.
O site fez uma pesquisa no poder legislativo e constatou que o vereador, nos últimos três anos não apresentou nenhum projeto de lei de relevância ou até mesmo de interesse da comunidade.
Pior que não ter apresentado qualquer projeto de relevância é não ver nenhum recurso ser depositado nas contas da prefeitura municipal solicitado pelo edil que aparenta está preocupado mesmo é com etiqueta de imagem.
Nos últimos três anos, o vereador Roberto do Mercado se popularizou e se contentou em ser o vereador das redes sociais (whatsaap e Facebook), foram dezenas de centenas de fotos e selfs publicadas.
Ao longo de seu mandato o vereador que já foi diretor do Mercado Público Municipal, foi perdendo força e atualmente é visível que alguns feirantes estão decepcionado com a atuação do nobre edil e não acreditam nas promessas do vereador, que está inelegível e não pode mais disputar as eleições, até ordem contrária da justiça.
Roberto ajudou a eleger uma das maiores decepções políticas de Guajará-Mirim, e é graças a eleição do grupo do atual prefeito que os feirantes, estão abandonados sofrendo com o sol e chuva  para comercializar seus produtos e ganharem o pão de cada dia, pois o mercado encontra-se interditado, pois além de ser um árduo defensor do Prefeito Noronha (Dem), o vereador não conseguiu junto a Prefeitura Municipal que o mercado público municipal tivesse as obras de reformas conclusas e fosse desinterditado pelo corpo de bombeiros.

ACESSE O LINK E CONFIRME A VERACIDADE DA INFORMAÇÃO DIRETO NO PORTAL DA TRANSPARÊNCIA:

http://transparencia.guajaramirim.ro.gov.br/transparencia/index.php?link=/aplicacoes/diaria/detalhe_diaria&pkemp=10528&numsub=1&codigo_fornecedor=755&parametrotela=diaria

A reportagem solicita que o vereador venha a público explicar para a população para qual o interesse publico deste curso de etiqueta e imagem pessoal para a população de Guajará-Mirim, bem como apresentar o certificado de participação do curso que custou aos cofres públicos o valor de R$ 1.350,00 em diárias.


Fonte: Portal da Transparência

Um comentário:

  1. Ano de eleição se aproxima e o dito cujo por esta inelegível vai pedir votos para o pessoal dele, abre o olho galera.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.