Header Ads

Header ADS

Vídeo: Governador de Rondônia Coronel Marcos Rocha participa de reunião com Presidente Nacional do INCRA sobre regularização fundiária.

Na manhã da ultima quinta-feira (13) o Governador do Estado de Rondônia Coronel Marcos Rocha, gravou um vídeo logo após participar de uma audiência falando sobre os avanços de Rondônia na questão fundiária, que vem sendo debatido amplamente com Dr. Geraldo Melo Presidente Nacional do INCRA.

 ‘‘A regularização fundiária é extremamente necessária para o estado de Rondônia porque o produtor sem título é quem financia sua própria produção. Com o título terá acesso a financiamentos e assim ele conseguirá aumentar a produção, gerar emprego e renda. São empresários do campo que precisam da nossa atenção. Além disso, quando a pessoa tem a propriedade da terra, ela cuida mais dessa terra. Então a questão de queimadas ilegais, invasões, tudo isso é resolvido com regularização fundiária,” destacou em vídeo publicado esta semana Marcos Rocha. 

A audiência foi proposta pela Frente Parlamentar em Defesa da Regularização Fundiária Rural, da Câmara Federal, coordenada pelo deputado federal Lúcio Mosquini, juntamente com o Governo do Estado e a Assembleia Legislativa, no intuito de buscar parceria com o Governo Federal para avançar o desenvolvimento da regularização fundiária no Estado. 

O título definitivo, além de dar segurança jurídica ao proprietário, proporciona facilidade na hora de buscar recursos para investimentos sendo para aquisição de máquinas, equipamentos e suprimentos.

O governador tem alinhado junto ao governo federal, com os deputados federais e Assembleia Legislativa ações para avançar na documentação das terras rondonienses. Da parte do Executivo, Marcos Rocha anunciou, ainda, que irá dar condições para que a Superintendência Estadual de Patrimônio e Regularização Fundiária (Sepat) possa dar celeridade à titularidade. 

Marcos Rocha elogiou a iniciativa do deputado federal Lúcio Mosquini, presidente da Frente Parlamentar de Assuntos Fundiários, que propôs a audiência pública, pois vai ao encontro com o interesse do executivo de construir um cenário econômico melhor para Rondônia ouvindo a população.

Fonte: Agora Guajará

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.