Header Ads

Header ADS

Agora Guajará: Pela terceira vez em um ano Serviço de Investigações Vigilância e Capturas estouro boca de fumo no bairro Triângulo


Policiais Civis do Serviço de Investigações Vigilância e Capturas (SEVIC) estouraram durante a manhã desta quinta-feira (02) na Avenida Costa Marques no bairro triângulo a terceira boca de fumo só este ano que funcionava na mesma casa.

O serviço de investigações vinha acompanhando os passos dos suspeitos e usuários a mais de um mês, durante o período investigatório os policiais descobriram que a boca era coordenada por um casal, Arlin Vargas Gallardo de 35 anos e o namorado Cristian Soarez Vivanco de 23 anos, os dois eram responsáveis pela venda e distribuição da droga em porções.

Um dos homens preso na operação desta quinta-feira,  já era procurado pela polícia, pois a justiça já havia expedido um mandado de prisão contra o mesmo, mas ele sempre que era procurado fugia para o lado boliviano o que dificultava sua captura.

Os policiais do Serviço de Investigações Vigilância e Capturas informaram que nesta casa sempre funcionou o comercio de substâncias entorpecentes, inclusive o irmão de Arlin, já havia sido preso em outra ação policial.

Na operação da manhã desta quinta, os policiais abordaram viciados que receberam porções de drogas do casal. A ocorrência relata que os policiais observaram que um homem identificado como José Maikon Querino Veiga de 37 anos, entregou para um dos responsáveis pela venda de droga um invólucro, que possuía diversos papelotes de substancias entorpecentes.

Logo após a entrega, a mulher repassou para José Maikon uma considerável quantia em dinheiro, José Maikon foi abordado alguns metros depois que saiu da casa e com ele foram encontrados a quantia de R$ 955,00 (Novecentos e cinquenta e cinco reais), mas José Maikon disse que só falaria em juízo sobre a procedência dos valores.

Outros dois viciados abordados e informaram que haviam comprado cada papelote pela quantia de R$ 5,00, diante das informações dos viciados a equipe cercou a casa, e durante as buscas foi encontrado no fundo do quintal encostado na cerca em madeira uma lata com um invólucro transparente contendo 23 papelotes de cocaína com mesmo material utilizado nas porções encontradas com os viciados.

Além dos invólucros, continha na lata outras 04 porções consideráveis de cocaína já preparada (merla) e cocaína oxidada (pedra), as buscas continuaram e ainda foram apreendidos, um aparelho celular A20, celular samsung J2, um vasilhame contendo a quantia de R$ 162 em espécie nacional, R$ 8,45 em moeda metálica e B$91 em peso boliviano, além de duas pulseiras na cor amarela.

Os policiais observaram que a mulher Arlin, se quer se preocupa com o filho menor de idade e na frente dele pratica todo tipo de ilícito, do menino que tem apenas 14 anos, o que leva a crer que isso vai contribuir de forma negativa para o desenvolvimento do adolescente, que deveria ver os pais como exemplo.

No local ainda foi cumprido o mandado de prisão de José Mendes da Silva de 50 anos, foram conduzidos para delegacia o casal Arlin Vargas Gallardo e o namorado Cristian Soarez Vivanco, além de José Maikon Querino Veiga e outras duas pessoas por uso de substancias entorpecentes.




Fonte: Agora Guajará


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.