Header Ads

Header ADS

ELEIÇÕES 2020: pré-candidato, polêmico jornalista pretende abrir mão do salário de vereador em Guajará-Mirim-RO.

Após trinta e cinco anos de batalha política, por acreditar que somente agora conseguiu reunir além da vivência, o preparo intelectual e moral precisos para ofertar seu nome para a população, o jornalista Fábio Marques resolveu sair candidato pela primeira vez a um cargo público.

Aos 54 anos, nascido em Guajará-Mirim, Fábio Marques mantém há anos uma coluna que circula nos principais sites da cidade que publicam suas crônicas duas vezes por semana. Apesar de suas opiniões polêmicas acerca dos assuntos que aborda na coluna, o jornalista é o chamado cara da paz. Bon vivant e ótimo papo, está sempre à disposição de qualquer amigo para uma boa e saudável discussão ao redor de algumas cervejas.
“Apaixonado pela Cidade Pérola, adoro Guajará-Mirim. Mas me deprime nos dias de hoje ver uma cidade de povo tão pacato ser passada para trás de maneira tão fácil pelos falastrões. Nós somos um povo muito passivo. Levamos porrada todos os dias através de ruas esburacadas, asfalto apenas na avenida principal, calçadas dignas de cenário para um filme de Tarzan, tamanho o matagal, lamaçal por tudo quando é espaço, saúde falida, escolas caindo aos pedaços”
Seus artigos também já tiveram outros alcances além dos sites locais de notícias, chegando a estampar as páginas de opinião dos extintos jornais impressos O Estadão, Alto Madeira e Folha de Rondônia e também do ainda atuante Diário da Amazônia.
Membro fundador do PT em Guajará-Mirim no longínquo 1985, está filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) desde 1990. Mas um pouco antes disso, já tinha trânsito politico. Milita no metiê desde 1982, quando ajudou na campanha para deputado do comerciante e ex-prefeito Chiquinho Nogueira. Também ajudou na campanha do ex-deputado Dedé de Melo, eleito três vezes para a Assembleia do Estado.

Autodidata com vasto cabedal em filosofia, história política e sociologia, o jornalista se orgulha de não possuir a proteção de diplomas para fazer a defesa de suas opiniões e também por se obrigar ao prazer da leitura e estudar todos os dias para não vencer na vida. Paradoxal? Esta, a sua maneira de viver.
Por entender que a política é apenas um caminho para praticar o bem comum, um meio para alcançar o bem-estar social e não pessoal, Fábio Marques pretende abrir mão dos subsídios de vereador. E deverá registrar isso em cartório com uma cláusula de perda de mandato caso não seja cumprida a escrita. Pretende utilizar o montante do salário para ajudar casas de apoio à idosos, pessoas especiais, alcoólicos e dependentes químicos.
Se conseguir votos para vencer este pleito eletivo, o jornalista disse que vai procurar trabalhar para transformar Guajará-Mirim numa cidade melhor para se viver. “Política é uma forma de inserção social e não um jeitinho malandro de ganhar a vida”, assim advoga.
Fábio Marques trabalha na Câmara Municipal onde hoje exerce o ofício de diretor de comunicação da Casa de leis.
Fonte: Maisro

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.