Header Ads

Header ADS

Agora Guajará: Durante rebelião presos destroem celas e queimam colchões em Guajará-Mirim


Como o site Agora Guajará, já havia publicado na noite de domingo (31), Presos da Casa de Detenção de Guajará-Mirim, iniciaram uma rebelião com reféns durante a noite, e diante da situação que por algumas horas ficou tensa, equipes do Grupo de Ações Penitenciárias (GATE), foram acionados e fizeram o controle no presídio na manhã desta segunda-feira (1º).

As imagens mostram celas completamente destruídas e se percebe que colchões foram queimados durante o motim, como o site já havia adiantado em um vídeo divulgado pelos próprios presos, não foi registrada nenhuma morte.

De acordo com os familiares dos presos, a rebelião foi um protesto, onde eles alegam que sofrem maus-tratos por parte dos agentes penitenciários, como agressões e uso contínuo de spray de pimenta.

Os detentos também mostram dois reféns e falam sobre a super lotação da cadeia pública de Guajará-Mirim, que tem capacidade máxima de 10 presos por cela, mas chegam a comportar muitas vezes 15 detentos.

No fim de semana, a vigilância epidemiológica divulgou que um preso da penitenciária foi confirmado com o novo coronavírus. A direção informou que ele segue cumprindo pena em uma cela isolada e sem contato com os demais apenados, porém no vídeo se observa a reclamação dos mesmos dizendo que isso não vem ocorrendo.





Fonte: Agora Guajará

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.