Header Ads

Header ADS

POLÊMICA: PREFEITA RAISSA PAES SUSPENDE GRATIFICAÇÃO E DEIXA SERVIDORES MUNICIPAIS DESESPERADOS

 

Guajará-Mirim-RO, cidade localizada a 328 km da capital Porto Velho-RO, onde já acumula 113 óbitos pela covid, destes 20 óbitos ocorreram em menos de trinta dias entre os dias 05 de Janeiro a 03 de Fevereiro, já na nova administração Raissa Paes (MDB), o que corresponde a 17% do total de óbitos se comparando aos últimos 08 meses.



Após 21 dias depois de ter tomado posse a Prefeita Raissa Paes (MDB) tomou conhecimento da Lei nº 568/1995, sancionada em 05 de Setembro de 1995 pelo Ex-Prefeito Isaac Benesby que dava 20% de gratificação de apoio aos servidores, lei em vigor há mais de 25 anos.


Sendo que a  novata e inexperiente Prefeita Raissa Paes (MDB), supondo ser os servidores municipais, os culpados pela falta de recursos para sanar os débitos impagáveis da Prefeitura Municipal,  no dia 21 de Janeiro de 2021, sem falta de compaixão pelos servidores publicou o decreto nº 13.210/GAB-PREF/2021, publicado no diario oficial em 03/02/2021 que suspendeu a gratificação de apoio de 20% do salário base dos servidores municipais, isso em plena pandemia do corona vírus onde servidores abnegados lutam mesmo sem estrutura no Hospital Regional para atender os pacientes que batem à porta a procura de atendimento, e esses mesmos  servidores viram sumir do contracheque dinheiro que muito ajudava no orçamento familiar, diferente que se pregava em campanha eleitoral onde declamavam em público que os servidores iriam ser valorizados, e essa decisão foi tomada sem ao menos a Prefeita e seus assessores se reunirem com os servidores ou seus representantes para debater o assunto, uma vez que já existe julgados sobre o assunto, direito adquirido dos servidores, fato que vai fazer os servidores acionaram a justiça na busca de seus direitos e irá aumentar a dívida da Prefeitura Municipal no futuro, pois o recursos descontados terão que ser devolvidos com juros e danos morais.

Essa reportagem verificou o portal transparência e constatou que a lei sancionada em 05/09/1995 pelo ex-Prefeito Isaac Benecsby tem mais de 25 anos que está implementada e vem sendo paga aos servidores e nunca foi sequer motivo de questionamento pelos órgãos de fiscalização.


                      CONTRACHEQUE DE UM SERVIDOR QUE EM 12/202O RECEBEU DE GRATIFICAÇÃO DE APOIO O VALOR DE R$ 209,00, BENEFICIO SUSPENSO NO PAGAMENTO DE JANEIRO/2021, APOS DECRETO EMITIDO PELA PREFEITA RAISSA PAES.

Até o fechamento desta reportagem a Prefeita não se manifestou publicamente sobre a decisão que prejudicou o bolso dos servidores, e com esta ação  tiveram suas dívidas aumentadas no banco e no comercio local.

Após a decisão da Prefeita, circulou áudios, banner em redes sociais onde os servidores pediam a intervenção do Deputado Estadual Dr. Neidson Soares, que foi um dos grandes apoiadores da eleição  da Prefeita Raissa Paes, inclusive indicou ao cargo de Vice Prefeita sua ex-assessora Mary Granemann, que também se calou, inclusive o Secretário Municipal de Saúde, Rafael Rabelo é aliado do ilustre deputado. Os servidores principalmente da saúde esperam uma posição do Deputado Dr. Neidson Soares sobre o assunto.

Outro ponto observado que após a decisão da Prefeitura o Presidente da Câmara, Vereador João Vanderlei de Melo (PODE) eleito na mesma coligação da Prefeita e aliado do Deputado Estadual Dr. Neidson Soares, se calou sobre a decisão que prejudicou os servidores como também os 12 vereadores que foram eleitos para defender os interesses da comunidade inclusive dos servidores públicos.

Fica a indagação será que o Deputado Estadual Dr. Neidson Soares, apoiador da Prefeita e vice-Prefeita, o Secretário Municipal de Saúde, Enfermeiro Rafael Rabelo, o Presidente da Câmara Municipal, Vereador Joao Vanderlei e os 12 vereadores estão compactuando com a decisão da Prefeita Raissa que suspendeu a gratificação dos servidores?

Nenhum dos citados na reportagem ainda não vieram a público e se manifestaram sobre a publicação do decreto que suspendeu 20% de gratificação de apoio aos servidores, caso façam também terão direito de replica a reportagem no site (email: agoraguajara@gmail.com)

Fonte: AGORA GUAJARÁ

 

 

 

 

 

 

 

 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.