Header Ads

Header ADS

Sem médico legista em Guajará-Mirim, corpos são enviados para necropsia em Porto Velho

 

Diagnosticado com Covid-19, médico legista da região está afastado. Segundo a Polícia Civil, um médico substituto será enviado para Guajará-Mirim ainda nesta segunda-feira (8).


A Delegacia Regional da Polícia Civil de Rondônia, que atende os municípios de Nova Mamoré e Guajará-Mirim, está sem médico legista. No último domingo (7), agentes da unidade precisaram levar até Porto Velho, capital do estado, dois corpos para necropsia.

A Polícia Civil da região conta com apenas um médico legista e após ser diagnosticado com Covid-19, foi afastado. Segundo a assessoria da polícia, um médico substituto chega ainda nesta segunda-feira (8) em Guajará-Mirim.

IML

O Instituto Médico Legal de Guajará-Mirim, que fica dentro do Hospital Regional Perpétuo Socorro, está inutilizável e apresenta problemas em sua estrutura. Na sala de necropsia, existe apenas uma pedra, onde o corpo é colocado, duas pias e uma porta de vidro. Uma das pias e a porta, estão quebrados.

Sobre as condições do prédio, a assessoria da Polícia Civil, responsável pelo local, ainda não se pronunciou.

G1/RO

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.