Header Ads

Header ADS

URGENTE: Augustinho Figueiredo apela para Bolsonaro, Governador, Senadores e outras autoridades para Contratação de Médicos Formados no Exterior.

Vereador Augustinho Figueiredo (PSB) preocupado com a coletividade e o estado de calamidade publica na area da saúde, principalmente nos municipios do interior, tomou a seguinte iniciativa e solicita a união de toda a classe politica e o apoio imprencindivel da população que é a mais prejudicada.

Vereador Augustinho Figueiredo (PSB) nesta quarta-feira (31/03) enviou oficios para as seguintes Autoridades, Presidente da República Sr. Jair Messias Bolsonaro, Governador do Estado de Rondônia, Cel. Marcos Rocha, Presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, Deputado Estadual Alex Redano, Presidente da CREMERO Dr. Robinson Cardoso, Presidente do Tribunal der Justiça, Desembargador Paulo Kyiochi, Ministro da Saúde Dr. Marcelo Queiroga, Senadores Acir Gurgacz, Confúcio Moura e Marcos Rogério.

O edil solicita em forma de urgência que sejam liberados a contratação de médicos formados no Exterior para atendimento à população devido a escassez de médicos formados no Brasil neste momento de Pandemia do Corona vírus-Covid-19.

O Vereador explica que o atendimento médico no Brasil vive atualmente uma infame contradição: embora se formem cada vez mais profissionais por ano, a saúde pública ainda carece de atendentes - principalmente em hospitais públicos do interior. Embora iniciativas como o Mais Médicos melhorem a falta de médicos em municípios menores, mais da metade dos doutores ainda estão concentrados nas capitais brasileiras.

 

A FALTA DE MÉDICOS NO INTERIOR

Nacionalmente, a média é de 2,18 médicos para cada mil habitantes, o que cumpre a recomendação da Organização Mundial de Saúde (1 atendente por 1.000 habitantes). Contudo, essa razão difere muito entre capital e outros municípios de um mesmo Estado, principalmente no interior.

Embora o número de médicos no país esteja crescendo, esses doutores e doutoras ainda não estão distribuídos pelo território de maneira adequada. Por mais que a razão nacional de médicos/mil habitantes esteja satisfatória, muitos brasileiros que moram fora das capitais ainda sofrem com a falta de profissionais. E, como sempre, regiões inteiras como Norte, Nordeste e Centro-Oeste permanecem na carência por atendentes.

OPORTUNIDADES PARA OS MÉDICOS FORMADOS NO EXTERIOR  

O Vereador Augustinho Figueiredo com a iniciativa pretender abrir uma discussão a nível nacional e regional para que os médicos formados no exterior possam ser contratados pelos Governo Federal, Estadual e Municipal, assim suprindo a carência de médicos para atender a população principalmente no interior, zonas rurais, distritos e aldeias indígenas.

Para isto precisa apoio dos Políticos a Nível Federal e Estadual e da população que é a maior prejudicada diariamente.





Fonte: Assessoria

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.