Header Ads

Header ADS

AUXILIO EMERGENCIAL: Governo libera consulta para auxílio emergencial 2021; veja se foi aprovado

 

Quer saber se tem direito a receber #AuxílioEmergencial2021? Acesse: cidadania.gov.br/auxilio

Pagamentos começam na próxima terça-feira (6); prazo para contestar é de dez dias corridos




Brasileiros já podem consultar se terão direito às novas parcelas do Auxílio Emergencial em 2021. Ministério da Cidadania abriu a consulta na tarde desta sexta.

Já está disponível por meio do Ministério da Cidadania a consulta de quem terá direito a receber as novas parcelas do Auxílio Emergencial 2021. O formulário de consulta foi disponibilizado nesta sexta-feira (4) e abaixo você confere um passo a passo de como saber se você irá receber as 4 novas parcelas do benefício.

Auxílio Emergencial 2021: Dataprev libera consulta de quem vai receber nesta sexta

O governo divulgou na semana passada a Medida Provisória nº 1.039 com as regras de quem será contemplado, informando que agora não haverá novo cadastro, apenas irá receber o auxílio entre abril e julho deste ano quem recebeu alguma parcela do Auxílio de R$ 600 ou do Auxílio Extensão no mês de dezembro de 2020.

Com esse critério, o governo vai reduzir o número de beneficiários para 45,6 milhões - diferente dos 68,2 milhões de brasileiros que foram aprovados no ano passado. O Ministério da Cidadania, em parceria com a Dataprev, fez o novo processamento dos cadastros e divulgou o formulário de consulta. Outra novidade é a limitação do pagamento do benefício para apenas um membro por família. O calendário dos novos pagamentos começa no dia 6 de abril.

Veja o calendário completo do Auxílio Emergencial 2021

Como consultar se vou receber o auxílio

A consulta para saber se você foi aprovado para receber o novo auxílio já está disponível no site da Dataprev, o mesmo portal que os beneficiários já utilizavam para saber a situação do benefício no ano passado. Ele pode ser acessado por meio da página - consultaauxilio.dataprev.gov.br.

Na tela inicial (veja abaixo) o interessado deve inserir os seguintes dados para ter acesso ao resultado:

  • CPF;
  • Nome completo;
  • Nome da mãe;
  • Data de Nascimento;
  • Marcar o Captcha "não sou um robô"

Então o resultado aparecerá na tela do beneficiário. Além da situação do benefício, a plataforma da Dataprev oferece ainda:

  • Resultados das análises;
  • Data de recebimento e envio dos pedidos entre sistemas Dataprev e Caixa;
  • Motivação da negativa do benefício;
  • Situação da segunda solicitação;
  • Contestação do pedido negado.

Contudo, o beneficiário deve ficar atento pois mesmo sendo aprovado para receber a primeira parcela, o governo federal seguirá fazendo a checagem mensal de todos os cadastros aprovados antes de realizar um novo pagamento, para garantir que o dinheiro não seja recebido por quem não se encaixa nas regras previstas em lei.

Para isso, o órgão se uniu com a Receita Federal, a Polícia Federal e a Controladoria-Geral da União que auxiliam na verificação dos dados e de possíveis fraudes. Segundo as novas regras do Auxílio 2021, para que o trabalhador não tenha o benefício cancelado ele não poderá:

  • ter adquirido vínculo de emprego formal;
  • estar recebendo recursos financeiros provenientes de benefício previdenciário, assistencial, trabalhista ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o Abono-Salarial PIS/PASEP e os benefícios do Bolsa Família;
  • ter indicativo de óbito no Sistema Nacional de Informações de Registro Civil - SIRC ou no Sistema de Controle de Óbitos - Sisobi ou ter o CPF vinculado, como instituidor, à concessão de pensão por morte de qualquer natureza; ou
  • estar preso em regime fechado ou ter o CPF vinculado, como instituidor, à concessão de auxílio-reclusão.

É importante ressaltar também que o CPF em situação regular é um dos requisitos para receber o benefício. Confira no post abaixo como consultar a situação do seu CPF e como regularizar pela internet. Para os beneficiários do Bolsa Família e inscritos no CadÚnico é importante também que mantenham seus dados atualizados para não ficar de fora dos novos pagamentos.

Inscrição no Auxílio Emergencial

O governo informou que não irá abrir um novo prazo de inscrição para receber as novas parcelas do auxílio em 2021. O benefício será concedido automaticamente ao trabalhador que estava recebendo, em dezembro/2020 o Auxílio Emergencial ou o Auxílio Extensão.

Nas redes sociais, o Ministro da Cidadania, João Roma, divulgou nesta tarde a ferramenta de consulta do Ministério da Cidadania:

Fonte: Ache concursos





Valores do auxílio Assim como nos pagamentos anteriores, o benefício será pago ao cidadão que comprovar que pertence à família cuja renda mensal por pessoa não fosse maior que meio salário mínimo (R$ 550,00) ou cuja renda familiar total (soma da renda de todos os membros) não ultrapasse três salários mínimos (R$ 3.300,00). As quatro parcelas do benefício serão pagas entre abril e julho em valores que variam de R$ 150 a R$ 375, veja como será feito o pagamento: Auxílio Emergencial de R$ 250 para a maior parte dos beneficiários (casais com ou sem filhos); Auxílio Emergencial de R$ 150 para pessoas que residem sozinhas (família unipessoal); Auxílio Emergencial de R$ 375 para mulheres chefes de família (famílias monoparentais).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.