Header Ads

Header ADS

Prefeita de Guajará-Mirim é denunciada por nepotismo e MP-RO pede afastamento

 


A prefeita de Guajará-Mirim (RO), Raíssa Paes, foi denunciada pela prática de nepotismo após ter nomeado o marido, Antônio Bento do Nascimento, como secretário de Obras, e a prima Ana Michele Silva Lima Vieira, como executiva da chefia de gabinete no município.

 

O Ministério Público de Rondônia (MP-RO) pediu à Justiça o afastamento cautelar da prefeita. A ação civil pública foi proposta pela promotora de justiça Fernanda Alves Pöppl, que disse ter recebido denúncias no início deste ano de que a prefeitura havia praticado nepotismo ao nomear o marido.

 

Antônio Bento não teria apresentado as certidões negativas necessárias para assumir a pasta, incluindo a do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO), já que ele teve o título eleitoral suspenso após a Justiça suspender seus direitos políticos e o tornar inelegível por oito anos.

 

Na ação, a promotoria também cobrou informações do setor de recursos humanos da prefeitura sobre a qualificação técnica de ambos os nomeados. Posteriormente foi provado que ambos não têm aptidão para assumir os cargos.

 

Ainda conforme a ação, Antônio Bento Nascimento possui dívida com o Município que ultrapassa o valor de R$ 600 mil. A promotoria destaca que a prefeita Raíssa Paes descumpriu com as decisões da Justiça nomeando o marido e o mantendo no cargo.

 

Na ação por improbidade administrativa, é pedido o afastamento dos três envolvidos de seus respectivos cargos, e a indisponibilidade de bens e ativos.

 

A assessoria de comunicação do Ministério Público informou através de nota que a ação foi proposta e é aguardada a análise e a apreciação do poder judiciário. A Rede Amazônica entrou em contato com a prefeita Raíssa Paes e ela disse que ainda não notificada sobre a ação.

 

Fonte: G1/RO

 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.